Antonieta Clara Samuel – JC Matola 700 – Moçambique

Chamo-me Antonieta Clara Samuel, sou frequentadora, e dedico na unidade religiosa da Zona Verde. Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Moçambique no mês de Fevereiro de 2020, por Intermédio de uma membro da Igreja.

Os motivos que me fizeram conhecer a Igreja foram de doença, conflitos, problemas financeiros e falta de paz espiritual!

Chegando na Igreja, fui recebida e ouvida atentamente pelo plantonista que me passou as práticas básicas da fé messiânica dentre as quais receber 10 Johrei por dia, fazer o dízimo e o donativo diário, manter a flor de luz em casa e distribuí-la. Cumprindo com a orientação, com pouco tempo de frequência, os problemas que me fizeram conhecer a Igreja estão sendo ultrapassados paulatinamente.

A experiência de fé que gostaria de compartilhar, está relacionada com a assistência religiosa.

Vivi maritalmente com o pai do meu filho até quando este completou 3 anos de idade.  O meu marido abandonou-nos e foi viver na República da África do Sul onde constituiu uma nova família. Desde esta altura até o momento em que conheci a Igreja Messiânica Mundial, ele nunca havia se comunicado com a família e muito menos prestado assistência financeira. Após conhecer a Igreja, passou a ligar para saber o estado de saúde do nosso filho e já envia o dinheiro para o seu sustento. Gostaria de salientar que o meu filho tem actualmente 17 anos de idade!

No que concerne aos problemas da doença, gostaria de relatar que eu e o meu filho vivíamos acamados. Parecia que havia uma escala entre nós. Se eu estivesse bem, era o meu filho que estava acamado e vice-versa. Quando a irmã Quitéria, que também é minha tia, começou a ministrar-nos Johrei é que passamos a nos sentir mais aliviados. Assim, sempre que ficasse doente, chamava a irmã Quitéria. Por incrível que pareça, logo que a irmã se retirasse da nossa casa, a doença voltava com a mesma intensidade. Deste modo, a irmã orientou-nos a colocar a flor de luz em todos os compartimentos da casa. O conflito com o meu sogro intensificava-se cada vez mais. Ele, certo dia encontrou o meu filho enquanto varria o quintal. Naquele instante, o meu filho cumprimentou-o dizendo: ” Bom dia avô!”. E ele, afirmou o seguinte: ” Eu não sou seu avô! Agora não consigo alcançar-vos, porém veremos quando vierem na minha terra natal!”.

Assim, por gratidão pelas graças e protecção recebidas na minha vida, resolvi frequentar a Igreja tendo já encaminhado 3 vizinhas amigas que também estão a frequentar comigo. Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama, sinto que a minha vida tende a melhorar cada vez mais!

Para poder também salvar as outras pessoas, já iniciei com o meu donativo para a outorga do Ohikari!

Muito obrigado!

142 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário