Joaquina Nbalabamba – JC Canata/Benguela/Angola

Chamo-me Joaquina Chilombo Tchinanga Nbalabamba. Sou membro e dedico como assistente da rede da salvação do Lobito velho.

A Experiência de Fé que passo a relatar para os senhores, está relacionada com a importância de peregrinar ao Pólo agrícola e da prática do donativo de gratidão diária

Após ter colocado em prática as orientações de fazer o donativo diário, como resultado, ganhei a permissão de receber a orientação de dedicar no pólo agrícola do culango no dia do aniversário de falecimento de minha mãe, sob condição de levar meus familiares que residiam comigo.

Na altura, não tinha valores e a faltar dois dias, comuniquei ao responsável que já não íamos. Mas, este encorajou-me dizendo que o meu Sonen, determinaria nossa ida.

Dirigi-me ao altar e entreguei todas as dificuldades nas mãos de Deus. Os resultados não se fizeram esperar. Um dia antes da partida ao pólo, o meu chefe ofereceu-me um valor que permitiu a nossa peregrinação.

No pólo, à medida que mexia com a terra, passei a eliminar muita sujeira. Após esse processo de purificação, nunca mais me queixei de febre tifoide e das dores do peito.

Regressei à casa, feliz e agradecida pela permissão de ter levado a minha família a um local de maior luz. Alguns dias depois, realizamos a oração especial de aniversário da minha mãe. Com a intensificação das dedicações, ganhei a permissão de ser transferida de área no serviço para um lugar onde, por semana, só trabalho 2 dias, o que me possibilita ter mais tempo para dedicar. Assim, materializei o donativo de outorga e por permissão de Deus, em novembro do ano passado tornei-me membro junto com uma frequentadora que acompanhava.

como gratidão, tenho me empenhado na felicidade de outras pessoas na rede, onde cuidamos de 7 casas de membro e de 21 casas de frequentadores. Ganhamos a permissão de peregrinar à Sede Central com 13 fiéis da nossa rede em Janeiro deste ano.

Tive a permissão de acompanhar o caso de uma frequentadora que desenvolveu uma infecção que desfigurou o seu rosto durante 8 meses. Ela buscava por soluções médicas e tradicionais, mas, não encontrava resposta. O agravante é que para sair à rua, tinha de cobrir o rosto com um pano. Esta situação fez-lhe perder o ânimo de viver. Passava o tempo dentro de casa e o namorado a abandonou. Assim, passamos a dar assistência com Johrei, fazíamos oração em sua casa e leitura de ensinamento.

Passada uma semana, as feridas secaram e o rosto começou a cicatrizar. Admirada com o milagre, ela passou a frequentar a igreja, recuperou a auto-estima e conseguiu emprego numa geladaria onde faz o atendimento ao público. Como gratidão, materializou um donativo especial e encaminhou o seu tio para a Igreja.

Com estas experiências, aprendi que quando ligamos o nosso sonen ao Supremo Deus, tudo corre satisfatoriamente!

O meu compromisso é continuar a dar meu melhor no engrandecimento da Obra Divina e despertar o maior número de pessoas!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama, aos antepassados pela permissão de ter conhecido este caminho. A todos que partilharam deste relato de fé, muito obrigada!

 

105 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário