Raquel Nkiambi Camilo – NJ Uíge/Angola

Chamo-me Raquel Nkiambi Camilo, sou frequentadora e dedico como encarregado da limpeza e arborização.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Angola, no dia 19 de Março de 2020, por intermédio do meu filho de 12 anos de idade, a quem tenho profunda gratidão.

Os motivos que me levaram a conhecer a Igreja Messiânica foram: Infecção na pele, consumo de álcool em demasia, nervosismo, conflitos e dificuldades financeiras.

Sou pai de três filhos, cuja mãe já se encontra no mundo espiritual há 04 anos. Deste modo, fiquei a cuidar das crianças sozinho sem a ajuda da família, sendo que a mais nova tinha 1 ano de idade. Assim sendo, a situação complicava-se cada vez mais, visto que tinha que trabalhar e não havia alguém para cuidar das crianças. Depois de ter cumprido com os rituais pela morte da esposa, finalmente, decidi arranjar uma nova companheira, facto este que se concretizou no ano de 2019. Assim, a mesma passou a apoiar-me bastante nos cuidados das crianças em casa, como uma nova mãe para elas.

Como já havia concretizado o meu sonho de ter uma nova companheira, enquadrei-me num grupo de amigos que faziam o uso excessivo de bebidas alcoólicas. Sempre que bebíamos, ao terminar saiam brigas. E por outro lado, trabalho num restaurante cuja dona tem bastante dificuldade em fazer o pagamento dos salários aos trabalhadores até a data presente. Mesmo com essas dificuldades, continuamos a trabalhar firmemente. Porém, em casa, as dificuldades de falta de alimentos eram enormes.

Foi neste quadro de sofrimento, que tive a permissão de entrar em contacto com a Igreja Messiânica Mundial de Angola.

Na igreja, fui recebido pelo plantonista que me orientou as práticas básicas da fé messiânica.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com a prática do recebimento do Johrei na Igreja e a prática de adornar a casa com flores.

Quando cheguei à igreja, tinha uma infecção no pescoço e por detrás das orelhas que provocava comichão e vertia sangue. Além do mais, tinha dificuldades de sair do meu posto de trabalho para um outro trabalho ou mesmo arranjar um biscate. Os amigos que trabalhavam comigo tinham a permissão de sair do restaurante, mas, eu não! Até parecia que eu estava preso naquele restaurante.

Hoje, com a prática do Johrei, as Infeções secaram e os amigos que comigo bebiam, desapareceram! Já não faço confusão nas ruas, nem no bairro, consigo agora tolerar o que não era fácil anteriormente. Consegui um outro trabalho, além do restaurante onde eu trabalhava.

Com a permissão que tive do novo posto de trabalho, consegui alcançar regularmente, com gratidão e honestidade dos meus trabalhos, a permissão de prover alimentação aos meus filhos. As pessoas ao nosso redor, os vizinhos, tornaram-se agradáveis comigo e sou muito grato pela forma que sou encarado por eles. Também tenho gratidão pelo novo caminho que estou trilhando hoje e acredito que a minha vida mudará bastante futuramente!

Aprendi com esta experiência de fé, que a Igreja Messiânica Mundial é a fonte da felicidade para a salvação da humanidade!  

Por permissão do Supremo Deus, do Messias Meishu-Sama e dos meus antepassados, já encaminhei 8 pessoas à Igreja. Cuido de 2 casas de frequentadores, tenho a horta caseira, pratico o dízimo e outros donativos regularmente.

O meu compromisso é me tornar membro para melhor servir nessa grandiosa Obra da salvação e de igual modo participar da construção do futuro Solo Sagrado de África!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela permissão de conhecer esse maravilhoso caminho da salvação!

Muito obrigada!

89 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário