DOMINGAS AUGUSTO – NJ 1 DE JUNHO / LUANDA – ANGOLA

Chamo-me Domingas Augusto, sou missionária e dedico como assistente da Saúde Pública.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com o cumprimento das orientações durante o período de confinamento.

Durante o estado de confinamento, fiquei preocupada atendendo a minha situação como enfermeira e como devia dar continuidade às dedicações.

Assim sendo, criei  o sentimento de agradecer com um donativo especial, a purificação geral que estamos a passar. Depois, fiz uma lista com os nomes dos vizinhos mais próximos, a passar por dificuldades e comecei a fazer oração em nome de todos, num total de 10 pessoas. Também passei a ministrar Johrei, acompanhando com a leitura dos ensinamentos na família e na vizinhança. Desse modo, tive a permissão de encaminhar 3 vizinhos que estão a frequentar a igreja.

Uma das vizinhas é solteira e cuida dos filhos e netos sozinha. Desempregada, dependia da ajuda do seu filho e de alguns vizinhos. Ela tinha o braço deslocado e tosse seca. Devido à dificuldade financeira, não tinha como fazer consultas. Mas, assim que começou a receber Johrei, 2 meses depois, a dor no braço passou.

O único filho que lhe ajudava financeiramente, juntamente com mais alguns colegas, devido à uma situação, foram todos detidos e permaneceram dias presos. A Mãe, quando apercebeu-se da situação entrou em pânico pois não tinha ninguém para ajudar-lhe a pagar  a caução. Ela veio comunicar-me a situação e na ocasião, ministrei-lhe Johrei e aproveitamos a oportunidade para implementar a horta no seu quintal. Depois, pedi que fosse à unidade religiosa agradecer pela purificação com um donativo, e assim o fez. Dois dias depois, ela recebeu a notícia que o seu filho fora solto com todos os colegas 14 dias depois, sem terem de pagar nada. Após 45 dias, ela recebeu uma proposta de emprego. Já fez a entrevista e está à espera de enquadramento.

O meu irmão,  sofre de perturbação mental há mais de 10 anos. Ele vive sozinho, pois foi abandonado pela esposa e os filhos, só recebia a nossa visita como irmãos e dos nossos filhos. Como irmã mais velha, não fiquei preocupada porque essa doença é da linhagem familiar, assim sendo materializei um donativo especial para elevação e salvação das linhagens familiares, e como resultado, o mesmo está mais calmo e já cuida de si mesmo.  Graça a Deus e ao Messias Meishu-Sama, já recebe visita dos seus filhos que não o procuravam há mais de 10 anos!

Um dos meus filhos, que fazia o uso excessivo de bebidas alcoólicas e não conseguia dormir, graças a Deus, reduziu o consumo de álcool , arranjou uma companheira e está preocupado em organizar a sua vida!

Com esta experiência, aprendi que só com a dedicação e gratidão ao Supremo Deus e ao Messias Meishu-Sama, alcançamos a felicidade!

Muito Obrigada!

90 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário