Lídia Sita – NJ Simindele – Cabinda – Angola

Chamo-me Lídia Mvibudulu Sita, sou missionária e dedico no grupo terra e como auxiliar do Sanguetsu.

Conheci a fé Messiânica no ano 2016, por intermédio do meu esposo Gabriel Camba, membro desta igreja.

Os motivos que estiveram na base do meu ingresso na Igreja Messiânica, foram:

Doença da minha filha e além disso, eu sofria de homem noturno e fazia excessivo uso de bebidas alcoólicas.

Importa salientar que nasci calcémica e durante toda a minha vida era ficar doente e receber transfusões de sangue. Deste modo, na fase da minha adolescência, tive uma relação que culminou com uma gravidez. Assim sendo, depois de ter nascido uma linda menina, terminei a relação.

Em virtude disso, procurava emprego, a forma adequada para desenvolver a minha vida e como fazer para terminar os meus estudos. Porém, por motivos de doenças, não conseguia. Tempos depois, passei a sentir fortes dores de barriga e a mesma começou a inflamar.

No meio deste calvário, inclinei-me no alcoolismo! Passei a consumir bastante para tentar esquecer-me das dores e dos problemas que carregava, mas, não resultava em nada, pelo contrário, piorava a situação.

Para tentar solucionar o problema da doença, frequentei vários hospitais e realizei muitos exames, tendo tomado muitos remédios, sem obter sucesso. No que tange ao problema do homem noturno e da doença da minha filha, frequentamos casas de quimbandas, onde fomos submetidas a vários tratamentos, tal como, cortes de lâminas, orações em voltas de velas de variadas cores, sem ter melhorias.

Merece realce, que gastei avultadas somas em dinheiro, mas, sem obter o resultado desejado.

Foi neste triste calvário, que o meu atual esposo, que na altura era apenas um conhecido, ofereceu-me a flor de luz, ministrou-me Johrei e posteriormente me encaminhou na Igreja. Na unidade religiosa, fui recebida e atendida pelo plantonista que ouviu o meu sofrimento, e orientou-me as práticas básicas da fé Messiânica.

Cumpri com as orientações com algumas dificuldades. Com o incentivo do irmão que me acompanhava e realizava as práticas básicas no meu lar, por meio da ministração do Johrei e com a colocação das flores em todos compartimentos de casa, tive mudanças na minha vida.

Com o meu empenho e esforço nas dedicações, graças a Deus, ao Messias Meishu-Sama e meus antepassados, a minha barriga desinflamou, as dores passaram, deixei de fazer uso excessivo de álcool e como se não bastasse, o homem noturno também desapareceu!

Com este milagre, materializei um donativo especial pela graça recebida, donativo de ingresso na fé, donativo de outorga e posteriormente tornei-me membro, para melhor servir à Obra Divina.

Por outro lado, depois de me ter tornado membro, pela Graça de Deus e Meishu-Sama, o irmão que me cuidava, tornou-se meu esposo! Estamos a viver juntos e aprofundar nas actividades religiosas!

A experiência de fé que passo a relatar para os senhores, está relacionada com o servir e o donativo de construção do Solo Sagrado de África.

É de realçar que, quando comecei a viver com o meu actual esposo, passamos a enfrentamos muitas dificuldades, visto que vivíamos numa casa em construção, não estava acabada. Deste modo, o meu marido fazia trabalho de construção e jardinagem, mas, tínhamos dificuldades de nos alimentarmos.

No meio deste sofrimento, consegui um emprego como vendedora duma cantina e o salário que recebia, ajudava para algumas despesas de casa, porém, não dava para comprar imóveis e quando chovesse, em alguns compartimentos entrava água.

No ano 2018, nos mudamos para uma outra casa com melhores condições, visto que, a mesma estava rebocada, pintada, tinha mosaico, mas, não possuía instalações de luz elétrica. Tempos depois, fiquei concebida, parei de vender e trabalhar porque estava na fase para ter o bebé.

Para não ficar sem fazer nada, montei uma bancada com a ajuda do meu esposo em frente à nossa casa, onde vendíamos alguns produtos alimentares. Desta feita, as vendas não corriam como prevíamos e tínhamos muitas dificuldades na compra de artigos.

Certo dia, ganhamos a permissão de receber a visita do responsável e da encarregada do Sanguetsu em nossa casa. Assim sendo, fizeram oração com vivência da flor no seio familiar. Depois da realização da aula da vivência da flor, fomos entrevistados e explicamos as nossas dificuldades nas dedicações e o sofrimento que estávamos a viver em casa.

Assim sendo, o responsável relatou-nos a sua experiência de fé sobre as dificuldades que enfrentaram com a sua esposa no lar e os milagres que tiveram depois da purificação. Todavia, orientou-nos a reafirmar o nosso compromisso, aprofundar em cuidar de pessoas, começando a levar a flor para as casas dos vizinhos, realizar a marcha de Johrei com a família e materializar os donativos correctamente, inclusive o donativo de construção do Solo Sagrado de África. Como estamos em uma fase muito complicada devido à pandemia do COVID-19, depois da conversa, o mesmo nos deu o número da conta da igreja, com o objectivo de que sempre que tivéssemos donativo, fizéssemos através de transferência bancária.

Com esta orientação, eu e a minha família fomos perante a Imagem da Luz Divina e do retrato do Messias Meishu-sama com um donativo especial de Construção do Solo Sagrado de África, reafirmar os nossos compromissos com Deus, o Messias Meishu-Sama e os antepassados.

Com o Sonen de gratidão, eu e meu marido assumimos o compromisso de cada mês fazer um donativo especial da construção do Solo Sagrado e passamos a confeccionar arranjos florais que distribuíamos para os vizinhos. Deste modo, as pessoas recebiam as flores de luz, mas, algumas delas não aceitavam o Johrei e oração.

Nós, apenas agradecíamos, tanto as pessoas que aceitavam o Johrei e orações e aquelas que não agradeciam pelas flores, motivo pelo qual nos deixavam bastante alegres.

Com a prática da gratidão, alguns vizinhos mais chegados começaram a vir em nossa casa receber johrei e explicar as suas dificuldades. Recebiam Johrei e faziam oração.

Com este empenho, uma dessas vizinhas, que tinha conflito conjugal e maus sonhos, depois de começar a receber Johrei e colocar a flor em sua casa, os maus sonhos e o conflito passaram.

Com este esforço, a purificação em nosso lar acelerou! O dono da casa em que vivemos, enviou a sua esposa com o objectivo de nos expulsar da casa, alegando que o seu irmão passaria a residir nela. Ainda nos disse: “Esta casa não vos pertence! Vocês apenas cuidam da mesma!”.

Agradecemos pela purificação com um donativo especial e aumentamos a distribuição de flores. Através desta purificação, tivemos as seguintes graças:

  • A dona do apartamento onde vivemos, já não nos expulsou da residência. Apenas colocou o seu irmão num dos quartos de fora e nós ficamos com a casa grande.
  • As dificuldades que tínhamos na nossa venda e nas compras de artigos, foram ultrapassadas. Agora estamos a conseguir comprar alguns artigos a grosso, tendo algumas reservas em casa e aumentamos a bancada, coisa que não acontecia anteriormente!
  • A casa, que não tinha instalações de luz elétrica, graça a Deus e ao Messias Meishu-sama, conseguimos instalar! Como se não bastasse, a casa que não tinha imóveis, também já conseguimos comprar alguns. Por conseguinte, o nosso negócio de vendas está a progredir, dia após dia!

Com estas mudanças, fizemos um donativo especial de agradecimento a Deus, ao Messias Meishu-sama e aos nossos Antepassados!

Com estas experiências de fé, aprendi que quando nos preocupamos com a salvação das outras pessoas e entregamos todas nossas dificuldades nas mãos do Messias Meishu-Sama, estaremos a nos ligar com Ele e só assim saímos do sofrimento!

Comprometo-me em aprofundar cada vez mais na dor das outras pessoas, levando a flor e o Johrei, que é a luz do Messias Meishu-Sama e sempre participar da construção do Solo Sagrado!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e meus Antepassados pela permissão de conhecer este grandioso caminho da Salvação!

A todos que partilharam deste relato de fé, muito obrigada!

98 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário