Paulo Cupessa – JC Cabolombo – Luanda

Chamo-me Paulo Cupessa, sou membro e dedico como Assistente do Grupo Sol.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com a ingratidão e o donativo especial.

De um tempo para cá, passei a ter dificuldades devido ao atraso constante do meu salário. Fui então ter com o meu superior, que orientou-me a materializar um donativo especial de esforço máximo. Aceitei, mas tive dificuldades de materializar. Portanto, o superior advertiu-me novamente que tinha que materializar o donativo, porque Deus está em primeiro lugar. Mesmo assim, dentro de mim nasceu uma revolta e retruquei: “o senhor orientou, tem que esperar!”.

Não tardou, comecei a sentir umas dores estranhas no abdómen e na barriga. Continuei como se nada se passasse, encontrava-me com o superior que sempre reforçava a orientação, mas não dava a mínima importância, por fim comecei a lhe evitar.

Entretanto, as dores aceleraram muito ao ponto de ir parar ao hospital. Lá, os médicos disseram que eu precisava operar urgente, pois estava com apendicite. Senti-me num beco sem saída e pensei comigo: “Será que isso é advertência por não ter feito o donativo?”.

Sendo assim, fiz a operação e correu tudo bem, sem risco nenhum. Já em casa, em sonho apareceu a minha mãe que se encontra no mundo espiritual que disse-me o seguinte: «Paulo! Não olhe a orientação de esforço máximo como se fosse do responsável, nós é que estamos atrás dessa orientação!». Despertei do sono com muita preocupação e sentia muito peso no corpo. Assumi então o compromisso de materializar o donativo imediatamente.

Assim que o meu salário caiu, procurei logo o superior, com quem materializei o donativo de esforço máximo. Depois da materialização, o peso que sentia desapareceu, a minha saúde e a da minha família melhorou consideravelmente. A situação dos atrasos em relação ao meu salário, também está resolvida.

Aprendi que a desobediência enfraquece o nosso espírito e que devemos ser honestos e obedientes no cumprimento das orientações!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, pela permissão de conhecer esse maravilhoso caminho da salvação!

Muito obrigado!

76 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário