Eva Bumba – JC Futungo – Região Sul – Luanda

Chamo-me Eva Bandeira Bumba, sou membro e dedico como assistente do grupo terra e no Sanguetsu desta Unidade.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de angola, em Agosto de 2021, por intermédio da minha mãe membro desta Igreja, por motivo de conflitos.

Tudo começou quando me separei do pai da minha filha. Em casa dos meus pais, para onde fui viver, eram conflitos que pareciam não mais terminar. Quando bem entendesse, ele aparecia e faltava com o respeito a todos, eu aguentando os abusos sem poder me defender.

A minha mãe que já frequentava a igreja e se havia tornado membro, por falta de esclarecimento sobre certas purificações que lhe aconteciam, afastou-se da Igreja.

Nessa fase, tudo ficou ainda mais complicado; a minha filha quando fosse visitar o pai, era recebida com ralhetes descontando tudo nela, ao que regressava sempre triste, dizendo que não tinha sido bem recebida em casa do pai. Certo dia, apareceu em casa como de hábito e começou a fazer confusão; de repente, como era tanta angústia, saí de casa desnorteada, à procura de um lugar que me desse paz de espírito. Foi assim que eu e a minha filha entramos na Sede Central de África. Ao entrar, peguei num envelope, coloquei um donativo, entregando todo aquele sofrimento que estava a passar nas mãos de Deus e pedi aos seus antepassados, para que o descendente deles nos deixasse em paz.

De regresso à casa, minha mãe, apercebendo-se que regressávamos da Sede Central, sítio que ela bem conhecia, decidiu que a partir daquele dia retomássemos as dedicações. No dia seguinte, fomos à unidade religiosa onde fomos recebidos pelo plantonista a quem relatamos o nosso sofrimento e nos orientou as práticas básicas da Igreja.

Não tivemos dificuldades em cumprir com as orientações dadas, no que, alguns meses depois, a situação se normalizou. De lá para cá, continuamos a dedicar e já vivenciamos muitas mudanças, sendo que uma delas é que já apoia a filha sem constrangimentos. Hoje, quando nos cruzamos, já consigo cumprimentá-lo, coisa que antes não acontecia por causa da mágoa que eu tinha.

– Um jovem que eu acompanho, antes de ele conhecer a igreja, andava desorientado, em ambientes de rua com amigos e não conseguia participar nos trabalhos de casa; hoje, depois de conhecer a igreja, tornou-se um jovem obediente, respeitoso, levando a vida num ambiente familiar de muita harmonia.

– Uma senhora que a filha de 14 anos tinha desaparecido de casa, veio ao meu encontro a chorar desesperadamente pedindo que orasse com ela no que, dias depois, a filha apareceu.

– Certo dia, fui à cantina comprar algo, quando deparo-me com a atendente que no momento passava mal com muitas dores. Aí, decidi e comecei a fazer a oração encaminhando todos os antepassados que estavam a se manifestar através daquele sofrimento. Depois de terminada a oração, sentiu-se uma outra pessoa sem nenhuma dor, dando continuidade ao que antes estava a fazer.

Com todas essas mudanças, aprendi que Meishu-Sama é o Messias Salvador da humanidade e que o Johrei é a luz capaz de eliminar todo o sofrimento da humanidade. Como gratidão pelas graças recebidas, fiz um donativo especial.

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, pela permissão de conhecer este maravilhoso caminho da salvação!

Muito obrigada!

116 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário