Kintinha Bandeira – JC Incutal – Região Centro Sul – Luanda

Chamo-me Kintinha Fuma Bandeira e sou membro.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Angola em 2020, por intermédio de uma missionária.

Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram: problemas espirituais, conflitos e dificuldades financeiras.

Quanto a doença, o meu primeiro filho, hoje com 20 anos de idade, sofria de problemas espirituais desde os seus dois anos. Por causa disso, frequentei vários sítios, sem que nada fosse resolvido, só piorava ainda mais.

No último lugar que nós estivemos, foi a casa de um Kimbanda, que nos afirmou que o menino tinha que morrer para pagar a dívida espiritual do pai, por este não ter feito o pedido quando nos juntamos. Para que pudéssemos salvar o bebê, tínhamos que comprar algumas coisas e entregar. Mesmo com tudo feito, não houve resultado. O menino continuou a crescer com esse sofrimento em que os espíritos sempre diziam a ele para matar-nos a mim e ao pai; quando sentia a presença deles, começava a gritar ao ponto de pegar em uma faca para se matar.

Foi neste triste calvário que decidi falar com a minha colega de serviço, onde, em sua casa, passei a levar o menino para receber Johrei. Fui notando algumas mudanças, pois, ele que só ficava num canto  isolado, começou a interagir com as outras pessoas;  descobriu que a vida que ele levava era completamente diferente das demais.

Com esse milagre, decidi frequentar a Igreja Messiânica, na altura sendo orientada para as práticas básicas da Igreja. Fui praticando com muitas dificuldades, uma vez que, naquela ocasião, fazia parte de uma outra religião.

Com a mudança do meu filho, ganhei forças e começamos a dedicar juntos.  Graças a Deus, depois de 2 meses de recebimento de Johrei tudo ficou ultrapassado, no que fizemos um donativo para agradecer. Ele tornou-se membro no ano passado.

Por permissão de Deus e Meishu-Sama, encaminhei cerca de 15 pessoas das quais 1 tornou-se membro e cuido de uma casa de frequentador.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, pela permissão de conhecer este caminho da salvação.

Muito obrigada!

96 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário