A Vitória do Cultivo Natural: A Força do Solo – Cultura Repetitiva, Colheita Farta

(…) Assim, em nosso método de cultivo, consideramos a cultura repetitiva uma prática benéfica. Uma prova disso é o milho que venho produzindo por sete anos, em Gora, Hakone, em uma terra misturada com pequenas pedras que, sem dúvida, seria classificada como incultivável. Apesar da má qualidade do solo, a colheita deste ano foi maravilhosa: as espigas, mais longas que o normal; os grãos, bem juntinhos e enfileirados, mais adocicados, macios e saborosos.

Por que digo que a cultura repetitiva é boa? O solo tem a capacidade inerente e natural de se adaptar ao que é plantado nele. Se fizermos uma comparação com o ser humano, poderemos compreender melhor. As pessoas que executam trabalhos braçais têm seus músculos desenvolvidos; os escritores, que usam mais a cabeça, têm o seu intelecto evoluído. Por essa mesma razão, quem muda constantemente de profissão ou de localização não obtém sucesso, o que nos leva a concluir o quanto os agricultores estiveram errados até hoje. (…)

Jornal Eiko nº 79, 22 de novembro de 1950

Alicerce do Paraíso vol. 5

111 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário