A Existência do Mundo Espiritual

Em primeiro lugar, é preciso entender a finalidade do nascimento do ser humano neste mundo.

Deus criou os seres humanos para construir o Mundo Ideal, que é o objetivo do Seu plano na Terra, concedeu uma  missão a cada um e faz com que actuem conforme Sua vontade. A evolução do estágio primitivo para o atual estágio de deslumbrante cultura, bem como o desenvolvimento da inteligência humana ao nível actual se devem exclusivamente a esse fim.

Não só os seres humanos, que são os mais desenvolvidos, mas também as demais criaturas, inclusive os vegetais e os minerais – tudo aquilo que tem forma −, estão constituídos de duas partes: espírito e matéria. Quando o espírito se separa da matéria, o ser deixa de existir, seja ele qual for, mas aqui, pretendo falar apenas sobre o ser humano.

Quando o corpo material fica impossibilitado de ser utilizado devido ao envelhecimento, doença, grande perda de sangue etc., o espírito o abandona e dirige-se ao Mundo Espiritual, onde passa a viver como seu habitante. Tal facto é Idêntico no mundo inteiro, seja qual for a raça. Por exemplo, temos a obra intitulada “Raymond – Uma prova da existência da alma”, da autoria de Sir Oliver Lodge (1851–1940), que foi best-seller na época de sua publicação na Inglaterra logo após a Primeira Guerra Mundial. Ela registra as mensagens que lhe foram enviadas do Mundo Espiritual por seu filho que falecera na Bélgica, durante uma batalha daquela guerra. Na época, o livro foi lido por pessoas de diversos países, gerando um inesperado movimento de pesquisas sobre o Mundo Espiritual e, dessa Forma surgiram também grandes médiuns.

Também o famoso autor de “O Pássaro Azul”, o belga Maurice Maeterlinck (1862–1949), ao tomar conhecimento da existência do espírito, mudou completamente sua visão sobre o destino e tornou-se um fervoroso estudioso dos fenômenos espirituais, fato que é do conhecimento de todos dessa área. Houve igualmente a publicação, logo a seguir, do livro “Registros de pesquisas sobre o mundo espiritual (49)”, do Dr. Ward (1885–1949), que impulsionou ainda mais as pesquisas parapsicológicas. O Dr. Ward, uma vez por semana, por uma hora, entrava em estado de transe sentado a uma cadeira e se transportava para o Mundo Espiritual. E assim pesquisou minuciosamente este mundo. Nessas ocasiões, o espírito do Dr. Ward era guiado pelo espírito de um tio seu que lhe mostrava todos os aspectos daquele mundo, explicando, em detalhes, sua verdadeira natureza. Havia, ainda, os espíritos de amigos que desempenhavam papéis de mentores, enriquecendo os conhecimentos que lhe eram ministrados. Trata-se de uma Obra muito interessante, que pode ter grande validade para o conhecimento da vida no Mundo Espiritual, razão pela Qual espero que os leitores a leiam.

Inegavelmente há diferenças significativas entre o Mundo Espiritual do Ocidente e o do Japão. Pretendo, Posteriormente, por meio de diversos exemplos, explicar os fenómenos espirituais de um e de outro. Há mais de dez anos, notícias vindas da Inglaterra diziam que haviam surgido naquele país centenas de sociedades de pesquisas psíquicas desenvolvendo intensas actividades e que até fora fundada uma universidade para esse fim. Eu Gostaria de saber a situação presente, porque com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, não tive mais notícias a Respeito.

25 de agosto de 1949

Alicerce do Paraíso vol. 2

(49) Registros de pesquisas sobre o mundo espiritual: Edição japonesa do livro Gone West: Three Narratives of After-Death Experiences, publicado em 1930 por Dr. John Sebastian Marlowe Ward (1885–1949).

79 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário