“… quando colocamos em prática as orientações recebidas, os resultados são visíveis…”

🙎🏿‍♀️Belarmina Lourdes Teodoro Chilombo | Região Centro-Sul- Johrei Center da Ecocampo

📍 Provinda de Luanda

🇦🇴ANGOLA

Sou membro.

Conheci a Igreja Messiânica em 2015, encaminhada por uma missionária.

Os motivos que me levaram a conhecer a Igreja, foram fundamentalmente, conflitos familiares. Na minha mocidade, nunca pensei em assumir uma relação séria com ninguém, pois o que eu queria era apenas viver o momento; por isso, gastava muito dinheiro com futilidades, bebida e amizades. Por conta disso, eu era motivo de chamadas de atenção e sentadas constantes, por parte dos meus pais e irmãos mais velhos pois que, esse meu comportamento feria os seus princípios morais.

Depois de muita relutância, comecei a frequentar a Igreja, onde me foram orientadas as práticas básicas. Frequentei com certa regularidade por 3 anos. Minha orientadora sempre esteve presente em todas as ocasiões, dando-me força, mesmo à distância, até que chegou o dia em que tomei a decisão de me outorgar, o que aconteceu em 2018. A partir dali, o meu empenho duplicou mas, quanto mais me empenhava, mais sentia que nada mudava na minha vida. Lendo os ensinamentos, percebi que se tratava de purificações já que, Deus não serve em prato sujo. Aguentei, ciente de ser um processo de limpeza. Nessa mesma altura, comecei a fazer uma reflexão profunda do meu passado e das graças que tinha recebido de Deus, mesmo antes de pertencer a esta família. Pude entender quão grande foram as graças que recebi, pois aos 40 anos, ganhei a permissão de engravidar de um casal de gémeos por uma cesariana sem complicações. Tive também, a proteção de Deus, quando num assalto à mão armada no carro em que eu e o meu vizinho viajávamos, foi assaltado por meliantes, ambos fomos baleados, eu sobrevivi e o meu vizinho morreu no mesmo local. Pensando em todas estas graças recebidas e outras que não mencionei, senti-me ingrata por não puder reconhecer e só reclamar.

Uma coisa porém me preocupava, o respeito da família que ainda não se fazia sentir, a falta de uma casa própria e os problemas laborais que ainda persistiam.

Recorri à minha orientadora que, depois de me ouvir atentamente, perguntou-me como estava o meu Sorei-Saishi, pedindo, que eu o organizasse e atualizasse, empenhando-me na construção do Templo Messiânico com donativos e esforço físico; limpeza em locais públicos e na Igreja, aumentar o cultivo e distribuição de fores, orar com uma lista pelas pessoas que estou a acompanhar, encaminhar e fazer donativo diário.

Certa vez, estando eu em Luanda, participei de uma campanha de limpeza que consistiu em limpar a rua toda de uma ponta a outra, começando por uma escola que estava saturada de lixo. Dia seguinte de manha cedo, recebi uma chamada do chefe de recursos humanos do meu serviço, a perguntar se eu tinha concorrido para uma habitação na centralidade do Bailundo, respondendo eu que não; passado uma hora, voltou a ligar para saber se eu havia feito algum contacto para o efeito, respondendo também que não. No mesmo dia à tarde, voltou a ligar para comunicar que me tinha sido atribuída uma casa na centralidade do Bailundo.

Fiquei sem palavras, diante daquela tamanha graça, pois em vinte anos de serviço naquela faculdade, em seis ocasiões que houve oportunidade de me agraciarem com uma casa, mesmo eu tendo solicitado e concorrido, nunca fui tida em conta. Precisamente quando nada fiz para o efeito, porque já estava conformada com a situação, sou chamada para me anunciarem esta grande graça, irmãos nem imaginem como me senti, só pode ser mesmo bênçãos do Messias Meishu-Sama, aos 58 anos de idade me agraciarem com uma casa própria. Assim, já recebi as chaves, pronta a mudar para a nova casa.

Outra graça de realce, é o facto de eu ter ganho respeito no seio da família por parte de todos, passei a ser chamada de mamã por todos de maneira que os assuntos da família só podem ser tratados e resolvidos por mim.

O meu sobrinho que tinha a situação académica encrencada há 10 anos, depois que fui fazer a limpeza em sua casa, fizemos uma horta e também a vivência da flor, o problema se resolveu, defendeu a monografia e já tem o certificado. Os meus filhos conseguiram terminar o nível médio e entrar para a universidade nos cursos pretendidos.

Outra graça a salientar, está relacionada com as melhorias verificadas na saúde de um colega meu, que sofria com uma ferida no pé há cerca de dois anos em que já havia feito todos os tipos de tratamentos sem solução. Foi orientado a lavar a ferida simplesmente com água e sabão e a receber Johrei, agradecendo com donativo. Em dois meses, a ferida curou, ele despertou para servir, se outorgou em Setembro e está a preparar-se para vir participar do Culto Anual dos Antepassados na Sede Central de África.

Como resultado da limpeza efetuada na escola, na rua onde vivo em Luanda, em duas ocasiões, milagrosamente todo o lixo e capim foi limpo e removido deixando todos muito satisfeitos e admirados.

Com esta experiência de fé aprendi que, quando colocamos em prática as orientações recebidas, os resultados são visíveis.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, por todas as graças e bênçãos que me foram concedidas, principalmente a de conhecer este caminho da salvação.

Muito obrigada!

Belarmina Lourdes Teodoro Chilombo

 

85 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário