“… que é importante o cumprimento das orientações recebidas dos nossos superiores…”

🙎🏿‍♀️Lucélia Rosa Tchicundo | Região Norte-Sul- Johrei Center do Benfica

📍 LUANDA

🇦🇴ANGOLA

Sou membro e dedico no Grupo Lua.

Conheci a Igreja Messiânica em Maio de 2009, encaminhada por uma missionária.

Os motivos que me levaram a conhecer a Igreja foram: doença, miséria e conflitos. Para tentar solucionar o problema da doença fiz vários tratamentos, mas nada foi resolvido, gastando muito dinheiro.  

No princípio, quando fui convidada à fé Messiânica, não dei importância, porém como a situação piorava, resolvi conhecer a Igreja. Com o cumprimento das orientações recebidas, tudo foi ultrapassado, incluindo as dores de barriga, bexiga e coluna que me assolavam já há 3 anos. Para agradecer, tornei-me membro para melhor servir à Obra Divina.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com o donativo especial de gratidão e o encaminhamento.

Há um ano que caí na ingratidão, deixei de fazer o plantão, não ministrava mais Johrei, nem participava das outras dedicações; nessa altura estava grávida, com os pés inflamados e comecei a ter conflitos com os vizinhos sem nada entender. Por outro lado, o meu filho mais velho, por andar com más companhias começou a fazer coisas erradas. Com o meu afinco nas dedicações, ele mudou de comportamento;  conseguiu o seu próprio negócio, ganhando dinheiro honestamente e consequentemente passou a ajudar nas despesas de casa. Certo dia, como de costume, saiu de casa em direcção ao mercado onde realizava as suas vendas; lá, entretanto, brigou com um jovem e ao defender-se, o meu filho atacou o adversário deixando-o gravemente ferido! Não tardou, apareceram logo alguns policiais que o prenderam e levaram-no para a esquadra local. Fiquei tão preocupada que nem me lembrei de agradecer; dirigi-me à esquadra onde ele estava detido, pensando que dependia de mim a resolução desse problema.  Dias depois, ele foi transferido para uma outra esquadra.

Ao falar com o meu orientador, este aconselhou-me a materializar um donativo especial e a fazer o encaminhamento na porta da Unidade, com o objectivo de salvar todos os antepassados que estavam ligados àquele sofrimento. Cumpri a orientação obedientemente e a graça não se fez esperar:

O jovem que estava no hospital  teve alta, entretanto, a sua família não queria retirar a queixa; pediram-nos o pagamento de uma caução mas nós não tínhamos dinheiro. Graças a Deus e ao Messias, mesmo sem pagar a caução o meu filho foi solto. Para retribuir as graças recebidas, materializei um donativo de gratidão.

Com esta experiência de fé aprendi que é importante o cumprimento das orientações recebidas dos nossos superiores.

Agradeço a  Deus, Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, por conhecer este caminho da salvação.

Muito obrigada!

Lucélia Rosa Tchicundo      

38 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário