“… devemos manter o belo ao nossso arredor para erradiar luz e moldar o sentimento das pessoas…”

🙎🏾‍♂️Miguel Manuel Soares Rufino da Conçeição Van-Dúnem | Região Centro-Sul- Centro de Aprimoramento do Zango

📍Província de Luanda

🇦🇴ANGOLA

Sou  missionário, resido no Municipio de viana, distrito urbano do zango-0 e dedico como auxiliar das experiências de fé  na unidade religiosa acima citada.

 Conheci a igreja Messianica Mundial de Angola no ano de 2008 por entermédio da irmã Paula José Ernesto, missionária da nossa igreja.

  Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foi: Doença.

Sofri constantemente de dores de cabeça durante sete anos no periódo em que frequentava o ensino médio, onde as dores eram frequentes em todo os anos lectivos e que só intensificavam sempre que chegasse o momentos de se fazerem as provas já na sala de aula, as dores começavam como se tivessem a me bater com um objecto na cabeça. Vendo esta situação, os professores comovidos sentiam-se a necessidade de dispensarem-me para ir a casa. Com o passar do tempo, sentia que isso prejudicava o meu desenvolvimento estudantil, situação esta que dechava-me muito triste. É de realçar que o meu estado de saúde só voltava ao normal quando terminassem as provas, facto este que preocupava a direção do instituto a isolar-me em uma sala dos professores sozinho a fazer as provas.

 Meus pais preocupados com a situção, recorreram comigo a várias clinicas renomadas da cidade, gastando avultadas somas em dinheiro onde por fim estavam a criar condições para que fosse fora do país em tratamentos.

 Foi no quadro desta situação que conheci a irmã, Paula José Ernesto, no municipio do Cazenga, bairro tala-hady, que falou me da Igreja Messianica Mundial de Angola e seus milagres. Encaminhando-me no johrei center do cazenga padaria, actual centro de aprimoramento, onde fui recebido pelo plantonista que ouviu-me atentamente e orientiu-me o seguinte:

  Receber 10 johrei por dia;

Manter a flor de luz em casa;

Assistir os cultos matinais e vesperal;

Perigrinar aos locais de maior luz.

Cumpri com as orientações basicas sem dificuldades e em menos de um mês, a dor de cabeça que há tantos anos infernava a minha vida, desapareceu totalmente. Porém, toda a minha familia admirada com esse milagre ganhei a permissão de encaminhar a minha mãe e duas tias minhas na altura. Feliz, materializei o donativo de ingresso na fé, onde no ano de 2008 fui ortorgado para melhor servir na obra Divina.

 A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com a dedicação no local de serviço.

Trabalho como professor numa das instituições de ensino escolar no Municipio de Cacuaco, no ano lectivo de 2021/2022, periodo em que os alunos estavam de férias e faltando uma semana para o inicio do ano lectivo, fomos convocados pela direcção da instituição para uma reunião, onde participaram a comissão de pais e encarregados de educação e outros membros das instituições da sociedade civil.

 Abordou-se vários temas, em que a principal foi sobre a questão da higiene na escola, principalmente o estado de higienização dos banheiros onde os encarregados enfurecidos exigiam de que o director devia urgentemente rever a situação, porque já há muito tempo em que os alunos usavam os banheiros sem água e papel higiénico.

 Os encarregados sem respeitarem a mesa que presidia a reunião, bem como as entidades da sociedade que lá estavam, tais como: comandante  da esquadras, pastores de igrejas e em particular o director, via-se todo momento desrespeitada  a ordem de intervenção para cada um expor  as suas inquietações e gritavam em voz alta o seguinte: põem-te fora, não te queremos aqui como director desta escola.

 É de realçar que a escola a que me refiro é uma das maiores daquele destrito com 17 salas de aulas e uma das escolas mais cobiçada, para se ser director naquele municipo de cacuaco. Passado três dias, no regresso as aulas, enquanto esperavamos a chegada em massa dos alunos, veio em mim o sentimento de varrer o quintal da escola uma vez que a mesma encontrava-se muito suja, com folhas das arvores, papeis e alguns amontoados de lixo nos cantos do quintal.

 Assim sendo, solicitei ao homem da auto-proteção para que me desse os materiais de limpeza e assim forneceu-me. Quando dei inicio a limpeza recolhendo todo o lixo do espaço, os meus colegas começaram a zombar de mim dissendo-me o seguinte: oh! Soares, você estás a ficar maluco ou que? um doctor mesmo é que vai varrer a escola? vais só sujar a tua roupa, deixa lá isso com a direção e as enpregadas de limpéza. sem dar importância nas piadas, continuei com a dedicação, sentia como se alguem me dissese, faça esta limpeza! Não tive vergonha dos alunos, nem dos meus colegas, uma vez que a maior parte deles são jovens e licenciados com manias de grandeza elevada.

 Depois de duas horas de dedicação, recolhi os amontoados de lixo e queimei-os. É de frisar que naquela altura o director não encontrava-se na escola, quando tocou 13 hora em ponto, ouvimos a buzina a tocar de um carro no portão, quando os guardas abriram; era o carro da inspenção com os menbros da direcção provincial da educação, chateados com gritarias e muitas reclamações, perguntaram pelo director e pediram ao pedagógico, que ligasse urgentemente para o mesmo comparecer na instituição. Contudo, enquanto esperavam pelo Director, começaram a girar a escola toda e quando o director chegou, entraram no gabinete e começaram a conversar. Depois de terminar a conversa, o director e os membros da inspeção sairam todos felizes e com risos; nós os professores, ficamos  admirados, dizendo o seguinte: como é possivel que esses homens que vieram todos chatiados e com gritaria sairem todos alegres do gabinete do director? depois dos membros da inspecção terem ido embora, o director reuniu connosco para um breve encontro onde perguntou o seguinte: quem foi que limpou a escola? e os meus colegas responderam foi o professor Miguel Soares.

 O director indignado disse-me o seguinte: Meu filho me salvaste de um grande problema, depois vamos conversar. E foi assim que depois numa conversa á dois me confessou que a reunião anterior que tinhamos tido com os encarregados de eduacação, criou uma revolta onde os mesmos fizeram-me uma queixa para que saisse do cargo de director, poque não tenho cumprido com a higienização na escola, uma vez que a inspecção veio para constatar a veracidade da informação, mas quando chegaram no gabinete perguntaram para mim o seguinte: Como é possivel a escola não estar suja, uma vez que nos deram todas as informaçoes? Portanto, nós viemos aqui com a ordem do delegado provincial para te destituir do cargo, porque temos recebido muitas quiexas sobre a higienização da instituição.

 Com isso, tive a oportunidade de falar ao Director sobre a nossa igreja e a importância do belo, onde o director ganhou confiança por mim e em toda actividade de limpeza tem indicado-me para coordenar. Ainda assim, deslocou-se da sua casa, na centralidade do sequele até em minha casa para junto da minha familia melhor agradecer, almoçamos e perante a minha familia disse o seguinte: Se eu estou aqui como director até agora é porque esse senhor me salvou do meu cargo, com uma actividade de limpeza que realizou na escola.

De seguida passo a relatar as seguintes ocorrencias

 Durante muito tempo, sofria de tensão alta onde tive duas recaída ao ponto da tensão subir até 280, graças a Deus Messias Meshu-Sama desde que retomei com as minhas dedicações, meu problema da tensão desapareceu. Hoje já consigo tomar café coisa que não fazia há muito tempo.

Tive conflitos com o meu irmão, devido o passamento físico da nossa mãe, onde ficamos durante muito tempo sem falar. Fiz um donativo de elevação espiritual em nome dos seus antepassado acompanhado pelo responsavel, onde no final levei para ele os ensinamento de Meishu-Sama e graças as essas dedicações, atualmente temos tido uma boa relação, onde ele já consegue falar comigo sobre os seus negocios, coisa que nunca tinha me dito.

Realizei um donativo de construçao em nome das linhagem paternas e maternas. Em seguida dirigi me ao banheiro para dedicar. No dia seguinte quando acordei purifiquei com dores nos joelhos, problema esse que pertence a todos os membros da minha linhagem paterna. E assim pensei o seguinte: Se a purificação começou no banheiro acho que deve acabar no banheiro. No dia seguinte, fiz novamente um donativo de elevação espiritual e voltei a dedicar no banheiro e no dia seguinte, a purificação foi ultrapassada.

Com estas experiências, aprendi que devemos manter o belo ao nossso arredor para erradiar luz e moldar o sentimento das pessoas que ai se encontram e que o donativo de elevação espiritual, salva os nossos antepassados de qualquer purificação.

Por permissão do supremo Deus e do messias Meshu-Sama, juntamente com os meus antepassados, tive a permissão de encaminhar 50 pessoas na fé, dos quais 7 são membros. Cuido de 2 casas com 3 frenquentadores.

Pratico o dízimo, donativos de construção e diários.

Agradeço ao Supremo Deus, Messias Meishu-Sama, aos meus Antepassados e em especial a irmã, Paula José Ernesto, que serviu como instrumento para o meu encaminhamento, a minha eterna gratidão.

À todos que, atentamente ouviram o meu relato de fé, o meu muito obrigado!

39 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário