A Respeito da Colectânea de Poemas “YAMA TO MIZU” (MONTE E ÁGUA)

Como sempre digo, o objetivo da Fé é polir a alma e purificar os sentimentos. Existem três maneiras para conseguirmos isso: pelo sofrimento oriundo não só de abstinência ou penitências, mas também de danos e catástrofes; pela soma de méritos e virtudes e pela elevação da alma por influência da arte de alto nível. Dentre elas, o caminho mais rápido é este último. E não existe nada melhor, pois nossa alma vai sendo polida imperceptível e prazerosamente.

Neste sentido, sempre que dispusermos de tempo, é bom lermos a coletânea intitulada “Yama to Mizu” (Monte e Água), poemas escritos em estilo “waka”. Por intermédio deles, nossa alma se eleva sem que o percebamos. Quando isso ocorre, a Inteligência da Percepção da Verdade é polida e, assim, o cérebro se torna mais claro e a fé se eleva mais facilmente. Isso acontece porque os referidos poemas são repletos de Verdade, Bem e Belo.

De acordo com o exposto, tenho como objetivo desenvolver a fé também por meio do poder do espírito das palavras.

Jornal Kyusei nº 61, 6 de Maio de 1950, Alicerce do Paraíso Vol. 5

 

()Waka: também chamado tanka, é um estilo de poesia japonesa que se diferencia do haicai no que se refere à métrica: o waka é constituído de trinta e uma sílabas japonesas, divididas na forma 5-7-5-7-7, enquanto o haicai possui dezessete sílabas. Composto no Japão desde os tempos antigos, aborda uma grande variedade de temas, desde o religioso até o satírico.

160 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário