“… e a gratidão as coisas mudam para melhor…”

🙎🏿‍♀️ Lurdes da Conceição Rachide António –  Johrei Center de Maxaquene

🇲🇿 MOÇAMBIQUE

Sou membro e dedico no Johrei Center de Maxaquene no Grupo Johvem. Conheci a Igreja Messiânica em Abril de 2022, encaminhada por uma amiga que na altura era frequentadora.

Quando conheci a Igreja passava por severas dificuldades financeiras, que iniciaram em 2008 quando o meu pai partiu para o Mundo Espiritual. Quando o meu pai faleceu eu e meu irmão tivemos que parar com tudo, trancamos a faculdade por falta de recursos financeiros e começamos a sofrer muito.

Tentei arranjar emprego de várias formas, sem sucesso. Em 2013, concorri para uma vaga e fiquei em segundo lugar na classificação, mas não me chamaram e foram chamando pessoas que estavam atrás de mim. Para tentar resolver, fiz uma carta de reclamação, mas foi tudo em vão.

No desespero me envolvi com um homem casado de quem fiquei grávida da minha primeira filha, mas passado algum tempo ele me abandonou. Juntei-me a outro homem casado, que por sua vez largou a família para ficar comigo, passamos a viver maritalmente e tivemos um filho. Entrei num novo ciclo de sofrimento, pois era acusada de maltratar os meus enteados e também passado algum tempo meu marido se envolveu com outra mulher e por fim nos separamos.

Foi assim que decidi vir a Maputo no ano de 2016 para tentar buscar melhores condições de vida, porque ouvi falar de uma oportunidade de emprego. Concorri e fui admitida, e trabalho no mesmo local há oito anos. Entretanto, não tenho um salário fixo e meu rendimento vem da participação em emolumentos. Por ter rendimentos irregulares andava sempre preocupada, sempre na incerteza se conseguiria cobrir as contas do mês ou não.

A minha amiga que morava perto de minha casa, vendo o meu sofrimento convidou-me a conhecer a Igreja e aceitei. Chegada ao Johrei Center fui orientada a cumprir com as práticas básicas da fé messiânica.

Me esforcei para colocar em prática e passado algum tempo consegui iniciar um pequeno negócio de venda de roupa e calçado, que me ajuda a suprir as despesas. Meu irmão, que ainda vive em Pemba, também conseguiu um emprego. Entretanto, antes de completar um mês de trabalho, sua esposa partiu para o Mundo Espiritual. Ele ligou-me aflito a pedir ajuda, pois devia transladar o corpo para a terra natal da esposa e realizar a cerimónia, num clima tenso em que a família da mulher o acusava de a ter matado e exigia a guarda das duas filhas do casal. Fiquei muito aflita e fui ao Johrei Center pedir orientação, pois havia a ameaça de que ele não sairia da cerimónia com vida.

Conversei com a Responsável que me orientou a agradecer com um donativo especial, orar pelo meu irmão e intensificar a dedicação, mentalizando toda aquela situação e entregar na mão de Deus. Cumpri com a orientação e graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama meu irmão teve apoio monetário do serviço para a transladação do corpo e terminada a cerimónia, deixaram-lhe ir para casa sem ter havido discussão, mas teve que deixar as crianças.

Passados dois meses uma das filhas também partiu para o Mundo Espiritual. Com isso, ele exigiu que lhe devolvessem a guarda da outra e para conseguir teve que recorrer aos Tribunais. Mas graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama deu tudo certo e ele já recuperou a filha.

Eu também recebi uma graça, pois depois de ter concorrido há algum tempo para um emprego no Estado, na Cidade de Xai-Xai, Província de Gaza, no ano passado consegui ser admitida e neste momento aguardo pelo meu enquadramento.

Diante de todos estes acontecimentos eu fiz uma reflexão e concluí que era hora de eu me tornar membro e participar na salvação de outras pessoas, como forma de agradecer a Deus pelos incontáveis milagres que me concedeu. Criei o objectivo de não ir para o novo emprego em Gaza sem o Ohikari e comuniquei a Responsável. Com esse Sonen, recebi outra graça, pois no fim do mês de Janeiro de 2024 no serviço ganhei emolumentos num valor alto, que me permitiram fazer o meu donativo de outorga, pagar uma dívida na escola dos meus filhos que não me deixava sossegada e outras despesas que estavam pendentes. Assim, tornei-me membro no dia 4 de Fevereiro de 2024, dia em que foi realizado o culto mensal na Sede Central.

Estou muito feliz, os meus filhos frequentam a Igreja junto comigo e no ano passado participaram do Culto das Crianças na Sede Central, onde integraram o grupo que fez uma apresentação de dança. Todas as semanas eles participam das actividades para as crianças que tem lugar no nosso Johrei Center.

Aprendi que com o Johrei, a dedicação e a gratidão as coisas mudam para melhor.

O meu compromisso é servir a Deus e ao Messias Meishu-Sama, cumprir com as orientações recebidas e aprofundar no meu donativo de gratidão.

Muito obrigada!

72 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário